-Objetivos- -Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Contato- -Home-

8 de abril de 2011


6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG
--------------------------------------------------------------
SOBRE O SELO

Série Cidades Históricas - 300 Anos de Mariana/MG

No canto esquerdo, o selo retrata a igreja São Francisco de Assis, construída entre 1762 e 1794, e a igreja de Nossa Senhora do Carmo, cuja construção teve início em 1783 e foi concluída no século seguinte. Localizadas na praça Minas Gerais, as igrejas parecem dialogar. Acima, uma vista parcial de Mariana pintada em azul, emoldurada por rocalhas em azul e vermelho, invocando a paleta criativa de Mestre Ataíde, o grande pintor colonial brasileiro nascido em Mariana. No centro da composição, a Maria Fumaça, que liga Mariana a Ouro Preto e o pelourinho, repleto de elementos: o globo (conquistas marítimas portuguesas), a balança (justiça), a espada (condenação) e o brasão português. No canto inferior direito, a Casa da Câmara e Cadeia construída na segunda metade do século XVIII, o prédio mantém preservadas as características e a história de uma época de riqueza e poder. Foram utilizadas as técnicas de pintura e computação gráfica.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 6

Arte: Luciomar S. de Jesus Processo de Impressão: Ofsete + verniz UV sobre todo o pelourinho Folha com 24 selos Papel: Cuchê gomado Valor facial: R$ 1,10 Tiragem: 240.000 selos Área de desenho: 54mm x 21mm Dimensões do selo: 59mm x 25mm Picotagem: 11,5 x 12 Data de emissão: 8/4/2011 Local de lançamento: Mariana/MG Peça filatélica: cartão-postal Tiragem: 3.000 cartões-postais Prazo de comercialização pela ECT: até 31 de dezembro de 2014

Texto descritivo do Edital
Série Cidades Históricas
300 Anos de Mariana/MG

Com o compromisso de mostrar as riquezas culturais do Brasil, os Correios focalizam, nesta série dedicada às Cidades Históricas, a cidade de Mariana, registrando suas peculiaridades e seu significado para o Estado de Minas Gerais e para o País, na comemoração histórica de seus 300 anos.

As notícias da descoberta de ouro na região das minas, hoje chamada de Minas Gerais, se espalharam pelo Brasil e chegaram a Portugal. Milhares de pessoas acorreram à região em busca de riqueza.

Em 16 de julho de 1696, bandeirantes paulistas, liderados por Salvador Fernandes Furtado de Mendonça, encontraram ouro no Ribeirão Nossa Senhora do Carmo. Às suas margens nasceu o arraial de Nossa Senhora do Carmo, que logo assumiu uma função estratégica no jogo de poder determinado pelo ouro.

Não tardaram os conflitos armados na zona aurífera, gerando insegurança. A Metrópole (Portugal) realizou uma ação decisiva: desmembrou do Rio de Janeiro a capitania constituída por São Paulo e Minas Gerais, a fim de policiar melhor a região, enviando, em 1709, o governador Antônio de Albuquerque Coelho de Carvalho, que ali fixou residência.

O marco inicial para Mariana é o ano de 1711, quando um ato do citado governador, de 8 de abril, elevou o arraial à categoria de vila, sob a denominação de Vila de Nossa Senhora do Ribeirão do Carmo de Albuquerque, nome modificado
quando de sua confirmação por Dom João V, em 14 de abril de 1712, para Vila Leal de Nossa Senhora do Ribeirão do Carmo.
Segundo as determinações metropolitanas, foi implantada, em 04 de julho de 1711, uma estrutura administrativa e judiciária, a primeira Câmara das Minas Gerais com o mesmo status da Câmara da cidade do Porto, em Portugal.

A Vila, em pouco tempo, transformou-se no principal centro de comércio e instrução de Minas Gerais. Entre a dificuldade em estabelecer a ordem na Vila e o trabalho para conter as revoltas com a cobrança de impostos pela Metrópole, foi criada, a 2 de dezembro de 1720, a capitania independente de Minas Gerais.

Mariana tornou-se o ponto convergente do movimento extrativo do ouro. Por isso, em outubro de 1730, foi estabelecida uma linha de Correio Ambulante entre Rio, São Paulo e Mariana, a fim de que fossem estabelecidos contatos mais rápidos e eficazes com as autoridades reais, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em 1745, por ordem do rei de Portugal Dom João V, a Vila de Nossa Senhora do Ribeirão do Carmo foi elevada à cidade com o nome de Mariana – uma homenagem à rainha Maria Ana D’Austria, sua esposa.

Além de ter se transformado no centro religioso do Estado, Mariana tornouse a primeira capital de Minas Gerais. Para uma cidade de tamanha importância, viu-se necessário um plano urbanístico. Ruas em linha reta e praças retangulares são características da primeira cidade planejada de Minas e uma das primeiras do Brasil.

Cristiano Casimiro dos Santos
Prefeitura Municipal de Mariana
Veja a íntegra do Edital (Arquivo .pdf)
Edital 6 - 2011
Série Cidades Históricas - 300 Anos de Mariana/MG
--------------------------------------------------------------

Esta emissão é a primeira de um conjunto de emissões comemorativas de centenários de cidades de Minas Gerais e de São Paulo, que ocorrerão nas datas de celebração desses centenários. Já dispomos de algumas informações sobre os selos, basicamente a imagem deles. Para visualizá-los, use o link abaixo:

-Emissões comemorativas dos centenários de 3 cidades mineiras e paulista
--------------------------------------------------------------
Alguns dos temas ilustrados pelas peças

O selo ilustra: História, Geografia, cidades históricas, igrejas, monumentos, transportes ferroviários, trens, prédios públicos históricos..

--------------------------------------------------------------
Peças Filatélicas

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - Quadra com carimbo comemorativo de 1º dia de circulação

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - máximo postal
Cartão-postal de emissão dos Correios do Brasil, 300 Anos de Mariana/MG, Casario da Rua Dom Silvério - Igrejas São Fancisco de Assis e Nossa Senhora do Carmo - Praça Minas Gerais

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - máximo postal
Cartão-postal Minas Histórica, 03 - Mariana - MG, Museu Arquidiocesano

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - máximo postal
Cartão-postal Postais de Minas - Antiga Casa da Câmara e Cadeia - Maria-Minas Gerais, 03 - Mariana - MG, Museu Arquidiocesano

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - Envelope comemorativo de 1º dia de circulação - FDC

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - Envelope circulado com carimbo comemorativo de 1º dia de circulação

6-Série Cidades Históricas: 300 Anos de Mariana/MG - Envelope circulado, registrado, com carimbo comemorativo de 1º dia de circulação sobre quadra
--------------------------------------------------------------
Cartões-Postais

Cartão-postal Minas Histórica, 03 - Mariana - MG, Museu Arquidiocesano

A Igreja que aparece em segundo plano, ao fundo, de acordo com informações do Márcio Vinício, gerente da agência de Correios de Mariana, é a Igreja de São Pedro dos Clérigos, que também aparece no fundo do selo, bem no canto superior esquerdo.


Cartão-postal de emissão dos correios
--------------------------------------------------------------
Próxima Série: Clique no título.
7-Bicentenário da AMAN - Academia Militar das Agulhas Negras (23/4)
Série Anterior: Clique no título.
5 - Série Clubes de Futebol – Rumo à Copa de 2014: – Centenáro do GUARANI FUTEBOL CLUBE
Voltar para o Indice do Album 2011
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva