-Objetivos- -Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Contato- -Home-

3 de outubro de 2011


21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - quadra

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - mini-folha

Devido à caracterista inusitada da vinheta central, que possui em seu verso uma lâmina de madeira, coloco também a imagem do verso da mini-folha. As marcas na cor preta que aparecem correspndem às aberturas existentes em três dos selos.


21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - mini-folha
--------------------------------------------------------------
SOBRE A MINIFOLHA

Composta por quatro selos, dispostos em formato de cruz, que permite efetuar uma dobradura de quatro faces sobrepostas, cuja base apresenta uma lâmina em madeira de Cedro localizada no verso central da cruz. Os selos têm como elemento comum troncos de uma mesma árvore, em diferentes estágios de formação, e a palavra preservação, inscrita várias vezes, formando um solo gramado. O primeiro selo mostra a árvore adulta, cuja copa é composta pelos nomes de espécies de madeiras conhecidas no Brasil – Jacarandá, Cabreúva, Mogno, Peroba, Jatobá, Cedro, Imbuia, Andiroba, Ipê e Pau-brasil. O tronco apresenta a repetição da palavra VIDA, significando sua função de sustentar e desenvolver as espécies vegetais. Os demais selos representam as fases do crescimento da árvore, com os troncos abertos (vazados), de forma a permitir a visualização da lâmina de madeira (hotstamping) aplicada no fundo da dobradura. Nos selos, exceto no primeiro, encontram-se textos sobre a importância da árvore. Há, ainda, instruções de montagem da peça e textos informativos. Foi utilizada a técnica de computação gráfica na criação dos selos, faca especial no corte dos troncos e aplicação de cor especial verde.

SOBRE A QUADRA

É a reprodução dos selos em forma de quadra, mantendo os mesmos elementos da minifolha na composição da imagem dos selos, exceto os troncos vazados. Foi utilizada a aplicação de verniz no processo de impressão.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 21 Arte: Dayse Ramos e Millie Britto Colaboração: IBAMA/MMA Processo de Impressão: Minifolha: ofsete + laminado de Cedro na vinheta Selos: ofsete Folha: Minifolha: com 4 selos + vinheta Selos: 24 selos Papel: Minifolha: cuchê gomado Selos: cuchê gomado Valor facial: Minifolha: R$2,70 cada selo Selos: 1º Porte Carta Comercial Tiragem: Minifolha: 30.000 Selos: 300.000 Área de desenho: Minifolha: 131mm x 179mm Selos: 33mm x 33mm Dimensões: Minifolha: 131mm x 189mm Selos: 38mm x 38mm Picotagem: Minifolha: 11,5 x 11,5 Selos: 11,5 x 11,5 Data de emissão: 3/10/2011 Locais de lançamento: Recife/PE e Bonito/MS Impressão: Casa da Moeda do Brasil Prazo de comercialização pela ECT: até 31 de dezembro de 2014 (este prazo não será considerado quando o selo/ bloco for comercializado como parte integrante das coleções anuais, cartelas temáticas ou quando destinado para fins de elaboração de material promocional)..

Texto descritivo do Edital
ÁRVORES BRASILEIRAS - TESOUROS NATURAIS
Aprendi com as primaveras a me deixar cortar e voltar sempre inteira.
Cecília Meireles

De forma poética Cecília Meireles demonstra a longevidade e o poder de regeneração das árvores que são os seres mais duradouros da terra. Há registros de algumas espécies que atingiram 5.000 anos de idade e, possivelmente, até cerca de 11.000 para arbustos na Tasmânia e Califórnia. Na madeira das árvores podem ser observadas marcas em forma de anéis, que são registros de seu crescimento e sua idade, bem como usados para recuperar dados sobre o clima da época em que viveram.

Quando isoladas são mais baixas, com copas e troncos mais largos. São, então, apreciadas por sua arquitetura, folhagem, floração e frutos na arborização urbana. Quando em grupos, nas florestas, há as de sombra e as de sol. As de sombra são mais baixas e copadas e vivem nas sombras das de sol, mais altas, que recebem grande quantidade de luz

Nas florestas as árvores compõem um verdadeiro condomínio, onde uma infinidade de relações biológicas se estabelecem. Abrigo e alimentação estão disponíveis para inúmeros seres vivos. Há os que preferem os andares mais baixos, mais úmidos e frescos, e aqueles que preferem as coberturas onde a insolação e o vento são marcantes.

Entre a grande variedade de espécies arbóreas da flora brasileira temos madeiras com propriedades diversas, de cores brancas, vermelhas, e leves, com e sem desenhos em suas superfícies, duras a macias. A grande diversidade de caracteres das nossas madeiras está relacionada à variedade de espécies, gêneros e famílias a que pertencem.

A multiplicidade de espécies de plantas no mundo é grande e, devido a sua magnitude e complexidade, ainda não é totalmente conhecida. As estimativas são variadas. Atualmente, considera-se a existência de cerca de 270.000 espécies de plantas em âmbito mundial, sendo, aproximadamente, 50.000 arbóreas. Em 2010, foi publicado o Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil. Nesta obra estão incluídas 37.381 espécies, envolvendo as terrestres e aquáticas, mas este número aumentará à medida que novas informações forem disponibilizadas pela ciência botânica. É provável que cerca de 20% deste total, 7.500, seja composto por espécies arbóreas. A maior diversidade encontra-se na Mata Atlântica, seguido pela Amazônia, Cerrado e Caatinga.

As árvores têm grande importância na história do nosso país, cujo nome se originou da espécie Pau-brasil, árvore com madeira dura, cor de brasa, da qual os índios extraíam um corante vermelho, denominado brasilina, usado, à época, para tingir tecidos e produzir tinta de escrever. A madeira e outros produtos provenientes de árvores constituíram-se nos primeiros produtos comerciais do Brasil Colônia.

Oxigênio, água e atmosfera limpos, contenção e fertilização dos solos, fixação de carbono, ciclos biogeoquímicos, sombra, madeira, papel, borracha, carvão, lenha, lápis, móveis, medicamentos, tinturas, vernizes, alimentos, bebidas, cosméticos, paisagismo e uma infinidade de outros produtos são fornecidos pelas árvores e se tornaram essenciais para a sociedade. No entanto, o produto mais conhecido das árvores é a madeira, que, dependendo de suas propriedades, pode ser usada para diversas finalidades.

O homem não vive sem fazer uso de algum produto originado das árvores. Por isto devem ser cuidadas para que se possa sempre usufruir da infinidade de bens que elas disponibilizam.

Os selos que os Correios estão emitindo ratificam a necessidade de propagar a importância das árvores à vida no planeta e incentivam as ações de conscientização e preservação desse patrimônio ambiental.

Dra. Vera T. Rauber Coradin
Laboratório de Produtos Florestais - LPF
Serviço Florestal Brasileiro – SFB/MMA
Professor Dr. Manoel Claudio da Silva Júnior
Departamento de Engenharia Florestal
Universidade de Brasília
--------------------------------------------------------------
Veja a íntegra do Edital (Arquivo .pdf)
Edital 21 - 2011
21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais
--------------------------------------------------------------
Alguns dos temas ilustrados pelas peças

Flora, árvores, recursos naturais, meio ambiente, educação.

--------------------------------------------------------------
Peças Filatélicas

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - quadra

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - mini-folha

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Envelope comemorativo de 1º dia de circulação (Olho de Boi)

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Envelope comemorativo de 1º dia de circulação (Olho de Boi)

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Envelope comemorativo de 1º dia de circulação (Olho de Boi)

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Envelope comemorativo de 1º dia de circulação (Olho de Boi)

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Envelope comemorativo de 1º dia de circulação (Olho de Boi)

As peças a seguir são máximos postais montados com cartões-postais que mostram árvores brasileiras, nomeadas na copa da árvore do quarto selo da quadra, mas que se encontram em localidades diferentes das que constam dos carimbos comemorativos de 1º dia de emissão, que contemplam as cidades de Recife/PE e Bonito/MS. De acordo com as regras da FIP estes máximos nãoseriam "perfeitos", por falta de concordância de local.


21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Cartão-Postal de emissão de Rodolpho Machado, Pau Brasil Caesalpina Echinata Lamarck Família das Legunaseae, Nomes populares: Ibiratinga, Orabutâ, Brasileto, Ibirapitã

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Cartão-Postal de emissão de Rodolpho Machado, Pau Brasil Caesalpina Echinata Lamarck Família das Legunaseae, Nomes populares: Ibiratinga, Orabutâ, Brasileto, Ibirapitã

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Cartão-Postal de emissão de Rodolpho Machado, Pau Brasil Caesalpina Echinata Lamarck Família das Legunaseae, Nomes populares: Ibiratinga, Orabutâ, Brasileto, Ibirapitã

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Cartão-Postal de emissão de Rodolpho Machado, Pau Brasil Caesalpina Echinata Lamarck Família das Legunaseae, Nomes populares: Ibiratinga, Orabutâ, Brasileto, Ibirapitã

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Cartão-Postal de emissão de Sygma Artes Gráficas Ltda., Brasil, Curitiba-PR, Estação Rodoviária

Este cartão-postal foi utilizado para registro da emissão do selo da Série Ordinária, Brasil, Tarifa Postal Nacional, 2º Porte Série "A":


21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Verso do Cartão-Postal de emissão de Sygma Artes Gráficas Ltda., Brasil, Curitiba-PR, Estação Rodoviária, selado com o Série Ordinária, Brasil, Tarifa Postal Nacional, 2º Porte Série "A"

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Cartão-Postal de emissão da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, 80 anos da Sociedade Botânica do Brasil, Pau Brasil (Caesalpina Echinata Lamarck)

21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais - Máximo Postal
Envelope circulado, registrado, com carimbo comemorativo de 1º dia de circulação
--------------------------------------------------------------
Curiosidade

Recebi a seguinte correspondência sem identificação do remetente. Note-se que o "selo" utilizado é uma das vinhetas componentes do bloco. Aparentemente, por conter todos os elementos identificadores de um selo (é uma reprodução parcial do último selo do bloco), foi utilizada como o sendo.


21 - Árvores Brasileiras: Tesouros Naturais
Envelope circulado com vinheta
--------------------------------------------------------------
Próxima Série: Clique no título.
22 - Série América: Caixas de Correio (9/10)
Série Anterior: Clique no título.
20d - Folha de selos personalizados - Tribunal da Justiça do Piaui
Voltar para o Indice do Album 2011
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva